Pesquisar este blog

smc

segunda-feira, 26 de outubro de 2015

Todo mundo fica com raiva quando percebe que é um imbecil


Acontece com todo mundo.

Uma ou outra pessoa ficará serena e agradecida pelo conhecimento ao notar sua própria falha.

Mas a maior parte das vezes ela fica com raiva. Inclusive quando ela vai fazer uma prova longa e tortuosa chamada ENEM e nota como seus argumentos são imbecis. Ela já não pode mais defender a própria imbecilidade pois isso agora pode impedir que ela entre numa faculdade; o que provavelmente tem sido visto como a prioridade máxima dela em todos os seus dias.



É claro que irrita a muitos, mas uma coisa é você ser um Zé Ninguém e sair alegando como pessoas do sexo feminino merecem apanhar ou coisa pior que eu nem gosto de escrever. E aí se arranja qualquer desculpa (roupas e afins). É tão comum... defender a própria ignorância e violência, se orgulhar dela como se fosse um time ou uma nação a qual você pertence, maior que qualquer outra coisa, podendo justificar qualquer ação por causa disso. Agora...

Ops!

Quando eu escrevo essas coisas, numa folha de papel-- aliás! Creio que antes mesmo de escrever... parece meio estúpido, não parece? E aí é automático. Você não quer olhar pro caminho que isso vai levar porque, bem... ele te dá raiva. Você ia escrever coisas estúpidas, você é estúpido, você já tem sido estúpido há quanto tempo? Oh! Maldita prova de vestibular! Então! Nesse estado de raiva você ainda é fiel e procura continuar defendendo o seu time. Qual time? O dos seres que não merecem levar porrada? NÃO! Eu sou contra esse time! Eu prefiro o MEU time e não vou mudar! Então, para os que não acompanharam vou atualizá-los...


RESUMO DAS REAÇÕES À PROVA DO ENEM OBSERVADOS NA INTERNET
Obs.: Eu particularmente não tenho qualquer laço afetivo com o ENEM e pretendo não entrar em contato com ele novamente.

As feministas obviamente ficaram felizes que uma questão e o tema da redação envolviam injustiça com o sexo feminino. E aí vem os loco. A prova foi julgada por muitos como uma forma de doutrinação política social. Por causa dessas questões aí que eu mencionei. Pelo o que eu ouvi falar foram só duas. Vieram também os que disseram se tratar de uma prova esquerdista (não podia faltar uma dessas, não é mesmo?). Bem, não vou falar minha opinião, vamos falar sobre fatos.

A agressão à mulher não chega sequer a ser uma questão de ideologia feminista. É uma questão social; e firulando um pouco dá pra dizer que é até uma questão da humanidade. Você pode discutir isso pertencendo ao movimento feminista se você quiser, mas é uma violência, e se ofender com a proposta de que ela entre em pauta de forma tão simples como "A persistência da violência contra a mulher na sociedade brasileira" é  pelo menos assustador, como dizem os mais decentes. Agora, saindo dos fatos à minha opinião, toda essa ideologia radical e violenta não assusta por nada, simplesmente pela ofensa. Ela mostra que apesar do falso estado civilizado, tá todo mundo pronto pra levantar a mão e... meter o louco. Se é que você me entende...


E vamos rapidamente ao outro exemplo, uma questão envolvendo Simone de Beauvoir, uma escritora feminista das antigas. Aí os loco pira de uma vez. Meu Deus! Então se tivesse um texto sobre o Hitler seria uma prova nazista? Não deveria se discutir o (considerado) maior vilão da História moderna? Olhe aonde chega o nível de radicalismo e alucinação! Se a prova tivesse uma passagem da Bíblia pra interpretar em algum lugar de português ela já seria automaticamente uma prova católica, ou protestante, ou contra mulheres, negros, índios, conhecimento, carne vermelha, tatuagem, aborto, Harry Potter, preservativos, senso crítico e pílula do dia seguinte???


As pessoas realmente continuam não se importando (nem um pouquinho) de alegarem que seus cérebros são um bagulho neutro sujeito a alterações sob qualquer influência que seria, aparentemente, absorvida por osmose; de forma que qualquer ideia diferente se torna um grande perigo. Então revelam seus lados internos de lobo/vilão da Marvel, da Disney; solta os cachorros e destrói tudo que te incomoda. Não ouve direito o que diz, não critica qualquer coisa, essa grande massa arrogante com o dedo tremendo no gatilho da metralhadora giratória. Eu gosto de metralhadoras giratórias... Fiquei satisfeito com essa metáfora, vou terminar aqui. Essa foi a dose do titio pra segunda feira, molecada. Ouçam Judas Priest. Judas Priest é muito bom, eu também gosto de Judas Priest.

domingo, 25 de outubro de 2015

Review: Homem-Aranha – Tormento (Panini)

Publicação da Panini, formato 17 x 26 cm, 132 páginas, lombada quadrada, capa cartão, papel LWC, R$ 18,90. Leia o review do Planeta Marvel/DC desse encadernado, só aqui com exclusividade no Ozymandias Realista. 


sexta-feira, 23 de outubro de 2015

77 ANOS DE CHRISTOPHER LLOYD!


Aproveitando a vinda do Dr. Brown para 2015, o próprio ator está fazendo aniversário!!!
P.S.: GREAT SCOTT!

Pronto, está resolvido amiguinhos


Nos aproximando do Halloween, o diretor de "O Estranho Mundo de Jack" esclareceu a dúvida que muitos tinham no coração de suas crianças interiores. Afinal, é um filme de Halloween ou de Natal? De acordo com Birth Movies Death, no Telluride Horror Show Henry Selick afirmou, finalmente, que se trata de um filme de Halloween; sobre como as "pessoas" da cidade do Halloween reagiriam a celebração do Natal. Satisfeitos?

Teorias da conspiração?



"O principal que eu aprendi sobre teóricos da conspiração, é que teóricos da conspiração na verdade acreditam em uma conspiração porque é mais reconfortante. A verdade sobre o mundo é que ele é caótico. A verdade é que não é a conspiração bancária judaica ou os aliens cinzentos ou os reptilóides gigantes de outra dimensão que estão no controle. A verdade é mais assustadora, ninguém está no controle."

Alan Moore sobre o seu trabalho de pesquisa para "Brought to Light", HQ que narra uma infinidade de serviços sujos do histórico da CIA.

quinta-feira, 22 de outubro de 2015

quarta-feira, 21 de outubro de 2015

10 Músicas Pesadas de Heavy Metal


Pensei em fazer essa lista meio diferente, espero que vocês achem interessante. Dez músicas pesadas de Heavy Metal você provavelmente já pensa em vozes graves e guturais, instrumentais pesados e afins. A minha ideia foi outra, focar nos temas e ambientações que algumas composições de bandas de rock/heavy metal famosas procuram passar; e às vezes até me impressionam pela forma que passam situações terríveis e desesperadoras. Dividi então justamente por esse critério: temas. Sempre que possível coloquei vídeos com legendas. Bom divertimento, crianças.


10.I Still Love You - Apego


Essa música é estranha. Ela não tem metáforas como músicas sobre amor costumam ter. É só uma declaração de tristeza bem direta.

9.Prison Song - Injustiça


Antes de eu me acostumar lembro que essas questões de como a sociedade é uma baita de uma hipócrita maluca evitando olhar pro buraco flamejante me assustavam bastante. Ainda mais Prison Song, em que o vocalista fala até estatísticas sobre as segundas intenções e teorias da conspiração envolvendo a elite mundial. Não é por nada que a banda tem tantos fãs; muita gente começa a se ligar nessas coisas depois que tem contato com os trabalhos deles.

8.I - Ego


Acho que ego é um dos maiores inimigos que o homem pode criar pra si próprio, e nessa canção o Black Sabbath mergulha fundo nisso. Ao vivo o cantor Dio a interpreta muito bem, ele chegou a declarar que "I"(eu) é sua música preferida com essa banda. Ela tem uma pegada bem pecaminosa.

7.Suicide Solution - Alcoolismo




Não só sobre álcool, mas sobre a última gota: o suicídio. É considerada uma das músicas mais polêmicas da história do rock, já que o Ozzy Osbourne chegou a ser processado pelos pais de um garoto que se matou enquanto a ouvia. Foi uma das primeiras músicas de sua carreira solo. Costuma ser bem popular entre roqueiros, já que é uma tribo que ama encher a cara (a maioria esmagadora). Às vezes quando ouço essa prestando atenção chego até a suar, mesmo sem me mexer.

6.Pick Up The Bones - Genocídio


Além de ser sobre guerra dá pra notar uma ambientação apocalíptica, mas que não é necessariamente fictícia. Muitos lugares do mundo já ficaram parecidos com o apocalipse mesmo (Haiti, África do Sul, Chernobyl, Hiroshima...). Esse vídeo é perfeito, pois na atuação ao vivo Alice que quase sempre busca interpretar suas músicas fica catando os ossos dos mortos no chão.

5.Beyond The Realms of Death - Desesperança


Essa eu não acreditava conforme via a letra pela primeira vez. Ela é muito direta e falando sobre um cara que optou por abandonar o estado de consciência. Acho que isso nem é possível... Mas a ideia é pesada.

4.Cop Killer - Vingança


É super comum pessoas brancas, principalmente policiais, matarem pessoas negras por causa da cor da pele delas; não precisa nem ser um período de guerra ou escravidão... O Bush chegou a fazer que essa canção tivesse que ser retirada do álbum, mas aí todo mundo já tinha ouvido. Ela é bem direta sobre o homem que resolveu sair caçando policiais como contra-golpe ao etnocídio. Meio impossível não se surpreender "Antes você do que eu! Aposto que a sua família está de luto... foda-se!"

3.No More Tears - Depressão


Nessa o vocalista do Black Sabbath estava em um dos picos de seu alcoolismo; chegou a afirmar que escreveu "No More Tears" com o lápis em uma mão e a garrafa na outra. Não deu outra... Além do tom sinistro a letra é bem perturbada: "Eu vejo o homem parado no canto, esperando, ele pode me ver? Eu fecho os olhos e aguardo ouvir a voz de alguém gritando...". A banda conseguiu passar o pessimismo e desespero muito bem.

2.Adios - Overdose


Essa é em alemão... fica foda sem legenda. Mas é uma das minhas músicas favoritas de todos os tempos, então vou colocar a letra dessa aqui.

Ele põe a agulha na veia
E pede à música para que entre
Entre a garganta e o antebraço
A melodia viaja tranquilamente para dentro de seus ossos (Mais! Mais! Mais! Ele quer... Mais! Mais! Mais!)

Ele fechou os olhos
Em seu sangue uma batalha violenta ocorre
Um exército marcha em suas tripas
As entranhas se aquecem lentamente (Mais! Mais! Mais! Ele quer... Mais! Mais! Mais! Mais! Mais! Mais! Ele quer... Mais! Mais! Mais!)

Nada é para você
Nada foi para você
Nada resta para você
Para sempre

Ele tira a agulha da veia
A melodia se esvai através de sua pele
Violinos queimam com gritos estridentes
Harpas cortam suas próprias carnes
Ele abriu os olhos
Mas ele não despertou

Nada é para você
Nada foi para você
Nada resta para você
Para sempre

1.Sabbath Bloody Sabbath - Desespero


Um dos maiores hinos da maior banda de Heavy Metal que já existiu. É sempre bom quem sabe que eles não fizeram só Iron Man e War Pigs, porque esses caras eram muito inteligentes. A música parece ser sobre um tormento interno constante e infinito. Eles não se utilizam de violência ou metáforas chocantes, falam apenas sobre sentimentos praticamente. E parece haver uma desesperança e paranoia quanto ao mundo ao redor no refrão "Eles dizem que você está por conta própria, enchem a sua cabeça de mentiras!", ou seja... não há muita perspectiva de melhoras. O baixista Geezer Butler é muito competente em passar a loucura nas suas composições, esse é um dos melhores exemplos; chega a haver até um insulto "You bastard!" e partes que ficam na sua cabeça "Nothing more to do... living just for dying! Dying just for you!".

P.S.: Eu ia deixar pra postar essa lista no Natal. Mas aí eu pensei "Acho que até o Natal eu consigo pensar em outra coisa" então publiquei agora mesmo. Feliz Natal!

terça-feira, 20 de outubro de 2015

25 MELHORES FILMES DOS ÚLTIMOS ANOS SEGUNDO O IMDB


   Vamos começar na redundância de falar o quanto listas são inexatas, não agradam a quase ninguém, mas todo mundo sempre as procura, incluindo eu. Boa parte das pessoas quer uma indicação ou mesmo cruzar os dedos para que determinado site, canal, ou alguém que conheça consiga ver ao menos perto da proporção de potencial que ela vê em uma obra. E como existe site de tudo, é claro que existem gigantes sobre avaliações de cinema, que todo imbecil qualquer pessoa sabe da existência, no caso o IMDB. Não acompanho muito esses sites, mas dada a influência dele e agora pouco eu ter visto um post com os 25 melhores filmes de 1990, sendo um por ano, eu resolvi dar uma olhada, vi e copiei os títulos e gifs do poste desse site que acabei de descobrir, o "Cultura em Casa":


1990 - "Os Bons Companheiros"
1991 - "O Silêncio dos Inocentes"
1992 - "Cães de Aluguel"
1993 - "A lista de Schindler"
1994 - "Um Sonho de Liberdade"
1995 - "Se7en"
1996 - "Fargo"
1997 - "A Vida é Bela"
1998 - "O Resgate do Soldado Ryan"
1999 - "Clube da Luta"
2000 - "Amnésia"
2001 - "O Senhor dos Anéis: A Sociedade do Anel"
2002 - "O Senhor dos Anéis: As Duas Torres"
2003 - "O Senhor dos Anéis: O Retorno do Rei"
2004 - "Brilho Eterno de Uma Mente Sem Lembranças"
2005 - "Batman Begins"
2006 - "Os Infiltrados"
2007 - "Na Natureza Selvagem"
2008 - "Batman, o Cavaleiro das Trevas"
2009 - "Bastardos Inglórios"
2010 - "A Origem"
2011 - "Intocáveis"
2012 - "Django Livre"
2013 - "O Lobo de Wall Street"
2014 - "Interestelar"


OS APROVADOS:


Eu não sou crítico de cinema, na verdade até tô tentando sem resultado melhorar a qualidade dos textos sobre a 7° arte, mas me ocorre que preciso fazer um julgamento, apesar de ter ótimos títulos ai. Primeiro da lista, o que eu vejo como filmes geniais que de fato eu nunca tiraria daí:
1997 -- A Vida é Bela
1999 -- Clube da Luta
2000 -- Amnésia
2005 -- Batman Begins
2006 -- Os Infiltrados
2007 -- Na Natureza Selvagem
2008 -- Batman - O Cavaleiro das Trevas
2009 -- Bastardos Inglórios
2011 -- Intocáveis
2012 -- Django Livre

Mas é claro que tem de questionável:
1991 -- O Silêncio dos Inocentes
2004 -- Um Brilho Eterno Numa Mente Sem Lembranças
2010 -- A Origem

A MELHOR PARTE: OS QUE MERECEM SER DEFENDIDOS E NÃO ESTÃO NA LISTA

Vou colocar fora de ordem cronológica, colocando ano de lançamento no que eu lembro, porém pretendo postá-los também um a um tô prometendo demais ultimamente: 

GLADIADOR (2000) (trilha sonora)

UMA MENTE BRILHANTE (2001)

INSÔNIA (2002)

SOCIEDADE DOS POETAS MORTOS

BELEZA AMERICANA (1999) (Citação)

STOKER -- SEGREDOS DE SANGUE

OLD BOY (2003)

O GRANDE TRUQUE

DOGVILLE

ANTICRISTO

MR. NOBODY

UM CRIME PERFEITO

INSTINTO

HOMENS DE HONRA

A VIDA DE DAVID GALE

MARY E MAX

UM DIA DE FÚRIA

OS DESCONECTADOS

RELATOS SELVAGENS

300

TROPA DE ELITE 1 E 2

ANTI-HERÓI AMERICANO 

J. EDGAR

ROCKY VI

FORREST GUMP

O EXTERMINADOR DO FUTURO 2

O PATRIOTA

O PODEROSO CHEFÃO PARTE III 

DE OLHOS BEM FECHADOS

WATCHMEN -- VERSÃO ESTENDIDA --

FANTASMA DA ÓPERA




Esse é o problema com ler e fazer listas, a gente não se conforma com o que lê, faz outra só para deixar outra pessoa inconformada que vai fazer a dela. Pensando bem, até que isso é legal...



UM DIA DE FÚRIA


Título nacional: Um Dia de Fúria
Título original: Falling Down
Ano: 1993
Dirigido por: Joel Schumacher
Roteiro: Ebbe Roe Smith
Produzido por:
Elenco: Michael Douglas, Robert Duvarll, Barbara Hershey, Frederick Forrest…
Idioma:Inglês
Legenda: Português (Br) -- Srt
Formato: MP4
Tamanho: 814 MB



 “Acontece que eu não quero almoçar, eu quero tomar café.”

Por mais que a afirmação aparente ter tons pífios e cotidianos de uma “criança rebelde”, ela é uma das frases chaves sobre a insatisfação crescente nas pessoas, seja por territorialismo, capitalismo desregrado, choque de culturas ou mesmo propagandas enganosas; Alguém mais cínico poderia descrever esse longa como “apenas” um ataque impendioso contra o “sonho americano”, quando se trata de algo além: da voz dos marginalizados – assim como muitos que também se marginalizam – disfarçado de um conto sobre um homem (Michael Douglas) perdendo a paciência por um dia, mas será se tratar de apenas um dia mesmo?
É engano tratar tudo que é assistido como um “surto individual”, mesmo o protagonista sendo um psicopata com problemas de administração de raiva, após o espectador ver novos cenários degrantes socialmente, provocações e ameaças dos que os habitam, seja por “cada pedaço de terra conquistado” – indo de parques “públicos” à um campo particular de golfe – vai ficando cada vez mais engraçado e incômodo as estruturas morais primitivas dos bairros, mesmos os mais desenvolvidos em recursos de qualidade de vida.
“Eu não sou economicamente viável” é outra máxima, a contradizer Tyler Dunder, o longa passa que você de fato é o seu emprego – a menos que se seja um rico insensato ou criminoso – ele define suas necessidades e conquistas, mesmo que momentâneas, e quando esse fio de marionete entre sua ocupação é cortada, vem a percepção de ter sido tragado e levado a descarte, uma sensação que alguns não perdoam, seria esse também o motivo para a fúria? Não totalmente, é algo ainda mais intricado.
Um contraponto sutil é o “antagonista” da trama, vivido por Robert Duvall, ele é uma representação da paciência e cautela na civilização, logo um tipo de comportamento tido como “fraqueza”, popularmente “falta de culhões”, como até o chefe do mesmo menciona “Eu não gosto de você, não confio em nenhum homem que não diz nenhum palavrão, nem mesmo um “droga”, é uma espécie de necessidade – não admitida – dos individuos em serem comandados com truculência; Uma realidade onde todos se esforçam para defender o que conquistou, utilizando o rancor como arma para qualquer um que se aproxime demais.


   O terceiro ato do filme coloca em xeque o que é a redenção, não só a quem a busca, mas a quem a propõe, afinal existe caminho que não será sem volta? O enredo insinua que não, além de por a bandeira dos Estados Unidos como elemento literal em todas as imagens, desde ela caindo no primeiro desentendimento com o operador de caixa coreano, ao “duelo” final, despedindo-se do público como um ator em uma peça. A cruzada urbana dirigida por Joel Schumacher acaba se enquadrando num anseio coletivo, a espera de alguém que se revoltará e golpeará as injustiças do dia a dia de forma radical, que pelo ciclo deverá ser derrotado e virar o caso da semana nos noticiários policiais. 


Alice Cooper: A Saga de Jesse Jane


*Do álbum Dirty Diamonds

Eu estou na prisão em uma cidade do Texas
Usando o vestido de casamento da minha irmã
Eu dirigi um caminhão a noite toda
Ouvindo músicas de Judy Garland

Mas agora estou atrás de barras de aço
Eu só queria um lanche feliz
Eu estacionei minha máquina e fui pra dentro
Eles nunca tinham visto uma noiva tão bonita...

Jesse... Jane...
Você é insano?
Ou é só um cara normal que gosta de se vestir como uma borboleta?
Jesse... Jane...

Eu paguei a conta e me virei
Encarando cada caipira naquela cidade de cowboys
Seu rosto estava vermelho! Seu punho cerrado!
Ele arremessou a sua Coca e me deixou encharcado...

Jesse... Jane...
Você é insano?
Ou é só um cara qualquer procurando por um show de moda?
Jesse... Jane...

Bem, eu acho que essa foi a gota d'água
Eu puxei uma pistola do meu sutiã!
Eu os matei! Heh, eu matei todos!
E eles finalmente me pegaram no banheiro
Agora estou tendo que cumprir 10 anos de prisão
Mas vou te contar uma coisa, Bubba
Qualquer dia desses vou fazer de alguém aqui uma baita de uma mulher

Jesse... Jane...
Você é insano?
Ou é só um cara qualquer que se veste como uma borboleta?
Jesse... Jane...

Jesse... Jane...
Você é insano?
Ou é só um Peter Pan procurando pela sua Terra do Nunca?
Jesse... Jane...

sexta-feira, 16 de outubro de 2015

Mega Post: TRAILERS QUE VALEM A SUA ATENÇÃO ESSE ANO (Bem, nem todos)


Apenas assista. Em um ano em que só falavam de essa polarização não vai fazer bem pro Brasil de Vingadores 2, Quarteto Fantástico e das adaptações de peso de HQs para 2016, um universo de filmes passou e passa despercebido. Tirei algumas horas para ver trailers, e tal qual um mercador, fiz uma seleção e breve comentários, alguns já estrearam no cinema, outros nem mesmo tem previsão de chegar nos nossos cinemas. As expectativas estão na escala de 0 a 5, é interessante ver a recorrência de adaptações "baseadas em histórias reais"... No decorrer desse ano para 2016 vou fazer de prioridade escrever sobre todos da lista, bem como "upálos" para download também aceito ajuda nisso:

Creed: Nascido para Lutar (Creed, 2015) - Trailer 2 Legendado


Michael B. Jordan aparentemente dando tudo de si como ator. Mais um capítulo de Rocky, pelas cenas, algo que possar ser tão poderoso para essa geração quanto foi o primeiro Rocky nos ricos anos 70 do cinema em Hollywood. 5/5

Depois de Tudo (2015) - Trailer Oficial


Enredo previsível em partes, mas atuações supostamente convicentes, se me perdoe o trocadinho, parece uma viagem que vale a pena ser feita. 3/5


Steve Jobs (2015) - Trailer 2 Legendado


Nunca fui muito entusiasta de Jobs, nem mesmo tive paciência para ver o filme sobre ele estrelado por Ashton Kutcher. Porém quando Danny Boyle entrou na jogada, e trouxe Michal Fassbender como protagonista, eu fiquei encurralado. E após ver o trailer, o melhor editado de toda essa lista, por sinal, eu fiquei sem palavras por ora. 5/5

Os 8 Odiados (The Hateful Eight, 2015) - Trailer Legendado


Festinha "particular" entre Tarantino, alguns dos melhores atores que trabalharam com ele dos anos 90 par cá e seu gênero cinematográfico favorito. Acho que esse vai ficar abaixo de Django Livre e Bastardos Inglórios. 3/5

Pawn Sacrifice (2015) - Trailer Legendado


Esse quem acompanha aqui sabe que eu não preciso falar mais nada. Só posso dizer que é quase uma lenda, vi alguns reviews em inglês de poucos que assistiram, e uma porrada de torrent fake. 5/5.

Dragon Ball Z: O Renascimento de Freeza (Dragon Ball Z: Fukkatsu No F, 2015) - Trailer Dublado


Saiu no cinema e tudo, e não tinha visto um único trailer, ao ver esse, o unico pensamento que eu tive foi em como produtores não sabem onde parar, ou mesmo alguém que veja um trailer desse espere ver algo bom. 0/5

Legend (2015) - Teaser Trailer Legendado


Tom Hardy conseguindo aumentar ainda mais sua versatilidade como ator ou dando uma quebra de qualidade? Aposto na primeira, embora o melhor trabalho dele pra mim sempre seja o Bronson. 3/5.

Ted 2 (2015) - Trailer 2 Legendado 18+


O primeiro é bem engraçado, até vi duas vezes no cinema, apesar de existir mais referências interessantes do que enredo. Esse segundo parece ter um humor mais inteligente ao focar nos "direitos civis" que o Ted possa ter. 2/5

Aliança do Crime (Black Mass, 2015) - Trailer Legendado


Outro baseado em história real, só que muito, muito instigante. O trailer dá vontade de parar tudo e buscar o filme. Para um cara como eu, que só viu brilho de atuação de Johnny Depp em "O Libertino" (em breve um post sobre), é uma grande satisfação ver ele largar o tradicional modo galã engraçadinho e buscar de fato um trabalho de ator decente.


O Amuleto (2015) - Trailer Oficial


Br tentando fazer filme de terror com câmera, coisa que nem os próprios americanos sabem fazer direito, pensei até que fosse pegadinha de tão... Assista. 0/5

The Gift (2015) - Trailer Legendado


Curioso, simbólico, o tipo de filme que mesmo não tendo um enredo genial, mantém o espectador apreensivo. 3/5

Nocaute (Southpaw, 2015) - Trailer Legendado


Esse eu estou terminando de assistir, pretendo postá-lo em breve. Quando eu o assiti, o fiz só com base em uma foto do poster do filme. É clichê em muitas partes, mas a atuação de Jake Gyllenhaal é literalmente monstruosa, mesmo não tendo visto muito filmes com ele, eu apostaria que essa é a melhor de sua carreira.

Mr. Holmes (2015) - Teaser Trailer 2 Legendado



Filme que descobri com o Douglas Joker. Teaser mostra pouco e bonito, a velha máxima de que o melhor ainda está por vir, bem como a vida como um show novo a cada dia. Veremos. 4/5

Slow West (2015) - Trailer Legendado


De fato um faroeste que ao menos em trailer, empolgou mais que o do Tarantino. Uma espécie de Romeu e Julieta, bem como o conto da mitologia grega que inspirou Shakespeare, de uma forma crua aniquiladora de sonhos utópicos. 5/5.

Golpe Duplo (Focus, 2015) - Spot HD Legendado


Seria rebaixar dizer que seria uma prévia para Esquadrão Suicida, ou apenas pura ignorância? De qualquer forma, um ator forte como Will Smith (embora hoje em dia menosprezado) é motivo suficiente para conferir um conto sobre quem são os pregos, e quem são os martelos.


Regression (2015) - Teaser Trailer HD Legendado


Se bem executado, pode ser um dos filme mais provocativos desse ano. 4/5. 


The Intruders (2015) - Trailer HD Legendado


Se você for uma menina de 12 anos talvez se assuste com isso e eleja como um dos melhores filmes da sua vida, caso contrário, pode tentar gostar do filme pelo ator Donal Longue, mais conhecido pelo seu reverenciável papel de Bullock na série Gotham.

Chappie (2015) - Trailer 3 HD Legendado


Talvez uma aula ao Wheldon sobre como fazer um filme envolvendo inteligência artificial em 2015. 4/5

Girlhouse (2015) - Trailer HD Legendado


Mais um pretenso assassino de jovens, embora que de jovens semí-nuas. Seria esse gordinho um candidato a ser o "novo Jason" nos cinemas? Mas você provavelmente clicou por causa dos peitos, não se acanhe, eu também cai nessa, é como a libélula com a lâmpada. 1/5.

O Duelo (2015) - Trailer HD Oficial


Trailer de cujo filme eu acabei de conhecer, bem como já espero assistir a ultima pérola com o mestre José Wilker, ao qual ele parecia bem a vontade. 4/5.

Everly (2015) - Trailer 2 HD Legendado


Acho que uma Kill Bill misturada com Lucy, semí-nua, porém sem nudez, que vai servir mais para os otários de 14 anos que vão assistir para esperar ver Salma Hayek aparecer pelada, embora vão se frustrar por tal desejo não ser atendido. 1/5

Jogada de Mestre (Kidnapping Mr. Heineken, 2015) - Trailer HD Legendado


 Parece ser uma versão de filme de ação de O Silêncio dos Inocentes. Interessante o suficiente para tentar assistir os primeiros trinta minutos de projeção. 2/5.

Good Kill (2015) - Trailer HD Legendado


Uma mente estratégica de guerra em lenta ruptura, a principio a parte de disparos no trailer não empolgou, mas alguns vislumbres do que pode ser a frieza e distância ao se matar várias pessoas em combate promete um bom filme. 3/5

True Story (2015) - Trailer HD Legendado


Envolvente e repleto de reviravoltas. O tipo de película que promete ser vista e revista com a mesma tensão e percepção de pequenos detalhes. 5/5

A Máquina (Vice, 2015) - Trailer HD Legendado


Bruce Willis em sua mecânica e unica maneira de interpretar seus últimos vinte personagens. Uma versão alternativa de "El Robô", "A Ilha" e "Matrix", meu maior questionamento no trailer é sobre o que ocorrerá antes: Um filme de realidade virtual que bote Matrix no calcanhar tendo um estilo distinto, ou Bruce Willes decidindo atuar de verdade como antigamente ao invés de botar a mesma cara? 2/5.

O Sétimo Filho (Seventh Son, 2015) - Trailer 2 HD Legendado




Não possui história, mas possui efeitos especiais bem interessantes, eu estava tentando gostar do filme quando apareceu a mensagem: "Dos mesmos produtores que "300: A Ascensão de um Império" e "Godzilla", ai não deu, é provocação demais em um único trailer. 0/5.

Blog Joker Tribute.