Pesquisar este blog

smc

domingo, 12 de novembro de 2017

Eita! É um pássaro?! É um avião?!


Olá, meus caros, vou fazer a introdução de um texto meu (Joker) que deve sair nessa semana, se trata de um post especial sobre o famoso Superman que venho desenvolvendo... acho que desde abril ou coisa assim, mais ou menos. De pouco em pouco, ele está terminado. Estou escrevendo essa parte separadamente porque ao todo ele ficou muito grande, então é melhor deixar separado. Ao terminá-lo fiquei muito orgulhoso do meu esforço e acredito que vocês provavelmente apreciarão, hehe. Além de um post especial, eu acredito que ele seja um argumento. Mas como assim um argumento?


Bem, eu não quero passar uma impressão exagerada. Não acho que HQs de super-heróis, mesmo sendo algo que eu gosto muito,sejam o suprassumo do conhecimento e da capacidade humana. Mas o que o diferencia é a dificuldade de conseguir convencer uma pessoa de como elas são legais em comparação com outros meios de expressão artística, como filmes, livros ou séries, que você recomenda pras pessoas e elas costumam consultar quando tem a oportunidade. E isso é frustrante porque, se tratando de HQs Marvel e DC, eles se proliferaram por todas essas outras mídias e conquistaram um monte de pessoas. Mas quando você fala pra alguma pessoa ela tem NENHUM interesse, não importa o quanto você diga que a história é legal... É mó estranho, cara, não é o fim do mundo, é só que dá um "Eita". Ó, vou exemplificar. Chega uma pessoa.

-Meu Deus, você gosta de Homem-Aranha?! Mano, eu AMO o Homem-Aranha, sou super fã dele. Nossa, eu adoro demais, cara, é meu personagem favorito. Eu queria que alguém se vestisse de Homem-Aranha só pra poder dar a bunda pra ele. Nossa, velho, como eu gosto do Homem-Aranha.
Aí você: Nossa, hehe, realmente é um personagem bem legal, eu também gosto muito. Putz, sabe uma história dele muito foda? Lembrei agora, tem o "Homem-Aranha: Azul", aquilo é muito legal, procura ler. Acho que eu tenho, se quiser eu te empresto.
-Ah, hehe, eu não leio os gibis



eu...





não sou....





tão nerd....






assim...


Aí você: "Eita!"


É mó estranho! Mas ultimamente com a modinha nerd, não lembro de ter havido outro momento em que havia tantas pessoas interessadas por HQs como elas são... HQs, uma mídia de entretenimento/arte, como tantas outras. Inclusive vejo muita gente que começa a querer ler com mais de vinte anos. Por que acho isso estranho? Bem, é uma coisa que normalmente se começa criança por várias razões, mas pra mim isso deixa claro como essas recentes mudanças culturais deram uma impressão mais convidativa. Pra mim que sou antissocial, nunca me importei muito, mas gente olhando com nojo só porque você tá lendo um gibi com certeza não faz falta alguma. Então esse post tem o intuito de quebrar um dos estereótipos mais fortes que os haters de HQs acreditam, no caso um relacionado ao personagem Superman, que é tão icônico e importante. Por isso que eu sinto que além de um especial e uma homenagem, de certa forma o post também é um (forte) argumento. Queria agradecer aos colaboradores do blog, que no caso não participaram do post, mas me inspiram dividindo esse blog.

Roger: a ideia de analisar várias HQs em pequenas análises fazendo um post gigante foi algo que peguei dele pra começar a fazer meus especiais por aqui. Lembro que foi na época que ele tava escrevendo dos tie-ins das Guerras Secretas da Marvel, foi quando peguei emprestado o modelo pra escrever especiais assim também, hoje ele faz isso com várias publicações dos Novos 52 e da Marvel NOW!
Ozymandias: foi com ele que eu percebi como faz diferença quando seu post tem citações. Com isso me dediquei mais a reler tudo pegando as passagens das histórias analisadas e deixando no texto, fica bem melhor, sem dúvidas.
Wagner: eu sempre levei a sério escrever meus posts sobre HQs, já que já faz uns anos que meus leitores apreciam eles imensamente. Mas o Wagner também leva a sério e pra caramba (como vocês podem notar pelo o que ele publica), e isso acaba sendo mais um reforço de como vale a pena o esforço adicional, o post realmente fica melhor, e depois quando você vê publicado percebe que valeu a pena.

Só não cito o ANT porque ele não tem escrito muito, mas também já colaborou muito em vários momentos. Agora... há fortes chances de que esse seja meu último post deste ano, é sério. Tô sem tempo, to trabalhando, atolado de coisa pra fazer, então... vai saber. É uma possibilidade. Eu costumo trabalhar nos finais de ano, só não fiz isso ano passado porque uma parente minha tava internada no hospital e era preciso revesar acompanhantes (quando fui escrevendo as Guerras Publicamente Expostas em um caderno, depois publiquei em janeiro), mas esse ano já não é o caso.


Tenho que acabar logo essa prévia... Posso adiantar que me parece uma mistura de dois posts antigos, com as diferenças de todos esses avanços que eu fui acoplando nos últimos anos escrevendo aqui. Se tratam dos "As 10 melhores partes reflexivas de Watchmen" e "Eu não leio quadrinhos!". Vou deixá-los linkados aqui caso vocês queiram dar uma olhada enquanto o post do Superman não sai. É até sexta-feira no máximo hein! Não deixem de ver! Até lá!


Eita!

Nenhum comentário:

Postar um comentário